MeuProvedor de Dados » Blog » Como funciona o Web Scraping?

Como funciona o Web Scraping?

  • by

Web Scraping é um método usado para extrair dados brutos de sites e convertê-los em informações úteis. É uma forma de copiar informações da internet e compilá-las em um único banco de dados ou folha de dados para uso posterior. A raspagem da Web pode ser feita de diferentes maneiras, dependendo das informações que você precisa. O objetivo mais comum de usar web scraping é analisar os dados brutos coletados e criar um único banco de dados que fornece uma sobreposição de todas as informações necessárias a um usuário. Então, como funciona a raspagem da web?

Os principais processos

A raspagem da Web envolve dois processos – buscar e extrair. A busca é uma forma de obter informações da web por meio de ferramentas (que serão discutidas posteriormente). Isso pode ser feito baixando a página de um site (interface real) ou copiando e colando manualmente os dados necessários. Uma vez que os dados são coletados, a extração ocorre. Os raspadores da Web começarão a pesquisar, analisar e formatar as informações coletadas para selecionar os dados necessários na construção de um banco de dados. Na maioria dos casos, os raspadores procurarão apenas determinados dados em um site. Um exemplo é um método chamado extração de extensão, no qual os usuários navegam na origem da página e encontram links de extensão de dados de que precisam.

Ferramentas no Web Scraping

Os raspadores usam toneladas de ferramentas (como mencionado anteriormente) para buscar e extrair informações da web. Alguns dos quais são os seguintes:

Copiar e colar manual. Como o nome indica, é um processo de copiar e colar todos os dados brutos de um site em um banco de dados. Esse processo é o método mais comum, porém mais tedioso, na extração de dados. Os raspadores usam esse método ao coletar pequenas quantidades de dados de vários sites.

Agregação vertical. Esse método usa bots para extrair informações de sites. Eles são usados ​​por empresas na coleta de informações de determinados sites sem qualquer intervenção humana durante todo o processo. Devido aos seus limites, os sistemas verticais baseados em agregados são frequentemente medidos pela avaliação dos dados extraídos. Quanto mais úteis os dados, mais valioso o sistema.

Análise de HTML. As páginas da Web baseadas em HTML só podem ser extraídas pelo uso de software baseado em HTML. Usando o mesmo tipo de linguagem, o scraping será muito mais fácil e rápido, produzindo melhores resultados. A análise de HTML funciona melhor em páginas programadas em scripts Java e linguagens HTML aninhadas. Os raspadores usam isso para extrair informações mais profundas da página, como links, backlinks, informações de contato, estrutura de programação (em casos raros), recursos e assim por diante.

Programação HTTP. Este método é como HTML Parsing, mas em vez de usar ferramentas de software baseadas em HTML, os raspadores usam ferramentas de extração de HTTP para direcionar páginas da Web baseadas em HTTP. As ferramentas HTTP extraem dados e os convertem em dados do navegador da Web e, posteriormente, em código bruto.

Correspondência de padrões de texto. Esta é uma ferramenta básica de extração para sites baseados em UNIX. Exemplos disso são páginas baseadas em PERL e PYTHON. Esses sites geralmente são construídos a partir de supercomputadores para fornecer uma interface mais suave para os usuários. Através deste método, os raspadores serão capazes de decifrar o código de programação do site e coletar dados em sua forma mais pura.

Análise DOM. A análise DOM (Direct Object Model) é uma ferramenta muito poderosa ao usar o Mozilla e o Internet Explorer como navegador. Esses navegadores geralmente capturam scripts de sites, permitindo que os raspadores busquem e extraiam facilmente os dados diretamente do navegador sem usar nenhuma ferramenta avançada. Embora muito eficaz, este método só funciona para sites genéricos e muitas vezes funciona mal devido a medidas de proteção definidas pelo administrador do site.

Anotação Semântica. Esse método funciona quando os sites são desenvolvidos em camadas. Isso acontece quando uma página usa metadados (que funcionam como uma camada) para fornecer uma interface para os usuários. Ao cortar essas camadas, os raspadores terão mais facilidade para buscar dados. A anotação semântica está sob o método de análise DOM, mas devido à sua natureza única, os especialistas geralmente a classificam como uma abordagem diferente na extração de dados brutos.

Ferramentas do Google. Ferramentas do Google, como o Google Sheets, também estão sendo reconhecidas por scrapers por causa de seu recurso IMPORTXML†. Esta fórmula extrai automaticamente dados diferentes de outros sites com facilidade. Isso significa que, assim que os dados forem alterados, os dados na planilha também serão alterados. Isso é perfeito para informações em constante mudança, como taxas de preços e valores justos de bens, serviços e estoques.

Xpath. XML também tem seu próprio tipo de diretrizes a serem seguidas. Ele usa uma estrutura tipo galho/árvore para construir um banco de dados dentro do software. O Xpath funciona convertendo diretamente essa estrutura em uma forma que o raspador prescreveu. Isso geralmente é combinado com o DOM para extrair um site inteiro em um banco de dados específico.

Sites Protegidos e Sistemas de Web Scraping

Como você provavelmente já deve ter percebido, cada uma dessas ferramentas de raspagem tem aplicações exclusivas – e a escolha entre as ferramentas depende do alvo. Mas há momentos em que os sites são simplesmente à prova de arranhões. Estes são chamados de sites protegidos. Esses sites incluem em sua programação um comando de proteção caso alguém (exceto o administrador) tente buscar as informações de programação usadas em suas páginas da web. Ferramentas comuns de web scraping não funcionarão simplesmente no caso de sites de proteção.

Mas não é o fim do mundo. Ao combinar diferentes ferramentas, os raspadores ainda podem criar uma nova maneira de buscar e extrair dados. As ferramentas de Web Scraping, quando combinadas, permitem que os raspadores criem seu próprio sistema de web scraping personalizado. Um sistema personalizado é comprovadamente altamente eficaz contra esses sites protegidos, pois permite que os raspadores rastreiem mais profundamente além do comando de proteção e ainda busquem as informações de que precisam.

Como funciona a raspagem da web? Bem, neste ponto, você sabe a resposta - e entender como usar dois ou mais métodos certamente o ajudará na busca de dados brutos no futuro. É legal buscar esses dados? Com base em como funciona, sim, a raspagem da web é legal, desde que seja usada corretamente e citada pelo raspador. Toneladas de usuários se beneficiaram do uso de web scraping na coleta de dados de todos os tipos de fontes. E não é tão difícil raspar uma página na web. Tudo que você precisa ter é uma ferramenta confiável e você está pronto para ir.